A Discalculia é uma Dificuldade Específica de Aprendizagem  ao nível da matemática que resulta de uma condição neurológica e  que não seria espectável dadas as capacidades cognitivas da criança. Afeta a forma como o cérebro processa os conceitos matemáticos e o  raciocínio lógico-matemático. Estas crianças tendem, também, a manifestar dificuldades em entender o significado do número e a compreender o que este representa, bem como, as suas diferentes funções e relações no dia-a-dia.

A Discalculia ocorre frequentemente associada a outras Dificuldades Específicas de Aprendizagem, principalmente à dislexia. Existe, por vezes, comorbilidade com a perturbação de défice de atenção e hiperatividade, podendo, ainda, ocorrer algumas  alterações comportamentais.

Os principais Sinais de Alerta a ter em conta são:
• Dificuldades na compreensão dos conceitos e símbolos matemáticos;
• Dificuldade em ler e escrever os números e reconhecer a relação entre estes;
• Dificuldade nas sequências, contagens, operações matemáticas (regras e fórmulas);
• Dificuldade na comparação, ordenação, composição e decomposição de números;
• Dificuldade em identificar números pares e ímpares;
• Dificuldade nas noções temporais e de medidas;
• No pré-escolar: dificuldade em contar objetos, em ordenar, conceitos temporais (ontem, amanhã, dias da semana) e de medidas (comprimento, peso).

Se o seu (a) filho (a) apresenta alguns destes sinais, procure ajuda de um terapeuta especializado. Esta ajuda começa sempre com uma avaliação de despiste.

O apoio psicopedagógico ajudará a criança a compreender as sua dificuldades e a adquirir recursos, incluindo estratégias metacognitivas, para melhor enfrentar as dificuldades inerentes a esta condição de natureza neurológica. Com a ajuda especializada é possível obter resultados muito positivos.

Nós acreditamos que o podemos ajudar. Acredite também!

 

Últimos artigos

Emoções na Infância – Como Ajudar o Seu Filho – Crónica Revista Vip

Isabel Cardoso Costa Psicóloga Clínica/Psicoterapeuta- Adultos, Crianças e Adolescentes  

A brincar o mundo pula e avança – Uma visão da Pedopsiquiatria

“Aquilo que há em nós de criativo é infantil, ou vem da infância, é aquilo que fica vivo da infância, […]

Agitação Psicomotora ou Hiperactividade, o que é? A visão da Psicomotricidade

O corpo que não pára.   Nos últimos anos tem sido cada vez mais frequente falar-se de crianças com hiperatividade […]